BLOGEAGENCE

BLOG
EAGENCE

Poderosas: entenda como as mulheres podem ser estratégicas na Publicidade e Marketing

No mês do Dia Internacional da Mulher, não poderíamos deixar passar em branco uma pesquisa que aponta dados sobre a representatividade feminina na Publicidade.

Infelizmente, apesar de ser mais de 50% da população brasileira, as mulheres são minoria nas agências de publicidade. Na verdade, elas não representam nem mesmo a metade.

Apesar do intenso movimento de “empoderamento feminino”, vivido nos últimos anos, somado ao fato, delas serem armas poderosas, nos quesitos: estratégia, talento e criatividade, nesse campo, a realidade feminina ainda está longe de ser a ideal.

É fato que atualmente, as mulheres estão mais presentes em cargos de criação, atendimento e diretoria, porém, o número é pequeno e o caminho de oportunidades, ainda é mais longo e repleto de obstáculos, para elas.

Segundo dados divulgados pela Revista Meio & Mensagem, baseados no ranking da Kantar Ibope Media de compra de Mídia, as mulheres são 26% entre os criativos das maiores agências do Brasil e, apenas 14% nas funções de liderança.

O estudo é referente aos meses de dezembro de 2018 e janeiro de 2019, ou seja, são números relativamente recentes.

O mais contraditório de tudo isso é que, as mulheres são responsáveis por mais de 80% das compras de uma residência, nos mais variados setores, da alimentação ao vestuário, o que coloca todo poder de decisão na jornada de compra, exatamente nas mãos delas.

Entretanto, diversas pesquisas apontam que muitas mulheres ainda, não se sentem representadas nas propagandas, o que possivelmente acontece, justamente pela ausência ou pouca presença feminina durante todo o desenvolvimento das campanhas.

Há muito tempo, a rede Marisa, uma das maiores varejistas do país, entendeu que a comunicação de sua marca, que vende artigos para toda família, precisava ser feita “De Mulher para Mulher” e desde então, o slogan não sai do imaginário das pessoas.

Sempre que alguém fala “De Mulher para Mulher”, é praticamente impossível, não se lembrar da Marisa. Mesmo após anos usando a mesma ideia, a campanha está mais atual do que nunca.

É importante esclarecer que a proposta desse conteúdo, não é levantar bandeira de cotas, nem merecimento por gênero, primeiro porque para executar qualquer função é preciso estar capacitado e finalmente, porque ser um bom profissional não é característica exclusiva de nenhum sexo.

A questão é: criar oportunidades de desenvolvimento para talentos poderem se desenvolver, sejam eles mulheres ou homens.

A partir do momento que todos tiveram de fato as mesmas oportunidades e condições, as desigualdades históricas, sofridas pelas mulheres serão finalmente dissipadas.

Como bem mostrou a pesquisa citada acima, o campo em que as mulheres estão cada dia mais, presentes nas agências é o da criação, e acredite: não é por acaso!

Normalmente mais observadoras e meticulosas do que os homens, elas tendem a ser mais criativas, pelo simples fato de terem uma visão mais ampla da realidade.

Outro ponto positivo das mulheres é que elas conseguem se concentrar em diversas coisas ao mesmo tempo, executando inúmeras tarefas com boa desenvoltura, o que consequentemente gera uma maior produtividade.

Por fim, elas costumam ser mais fáceis de se relacionar, especialmente por serem mais empáticas e predispostas a se comunicarem, características perfeitas para quem trabalha com Publicidade e Marketing.

Grandes empresas como Google, Facebook e tantas outras, apostam cada vez mais em mulheres como colaboradoras, porque entenderam a importância de usar os talentos femininos para expandir seus negócios.

Sendo assim, pode-se concluir que, se por trás de grandes propagandas, existe uma equipe dividida em diversos setores, pronta para criar as melhores estratégias de divulgação, certamente, integrando o time, possivelmente existem mulheres competentes, emprestando suas capacidades para melhorar a qualidade do trabalho.

Na Eagence, temos mulheres em diversos cargos e por aqui elas são maioria! Temos Designers Gráficas, Redatoras, Social Media, além de uma Diretora de Atendimento.

Enquanto a meta das agências de publicidade, em todo Brasil, é equiparar a representatividade feminina até o final de 2020, na Eagence, elas já ocupam os seus devidos lugares, esbanjando sensibilidade e assertividade.

Dessa forma, conseguimos tocar nossos clientes e consequentemente os clientes deles.

Ficou interessado em nosso trabalho? Fale conosco e evolua junto com a gente, com direito aquele toque especial em suas campanhas, que só elas são capazes de dar!

Comentarios