BLOGEAGENCE

BLOG
EAGENCE

Música brasileira ganha espaço na propaganda internacional

Jingles sempre ocuparam papel de destaque na Publicidade e em muitos casos são uma das principais razões do sucesso atemporal de comerciais inesquecíveis.

Com o poder de despertar emoções, eles emocionam, encantam e envolvem os consumidores, desempenhando um papel importante na memorização de um serviço ou produto, associados à determinadas marcas.

No Brasil, os jingles sempre foram ferramentas utilizadas em comerciais para encantar o público. Os mais antigos certamente se lembram da campanha dos Mamíferos da Parmalat e sua música “fofa”.

Outro jingle lembrado até hoje e que atravessou gerações é o do Guaraná Antártica e seu “Sou louco por Pipoca e Guaraná”.

Confirmando que um jingle marcante realmente sobrevive ao tempo, o Banco Bamerindus já nem existe mais e o seu “O tempo passa, o tempo voa, e a poupança Bamerindus continua numa boa…” ainda vive em nossas memórias.

Contudo, nem apenas de jingles sobrevive a trilha sonora de um comercial.

Músicas famosas também são frequentemente utilizadas com o mesmo objetivo do jingle, com a vantagem de que mesmo antes do lançamento do comercial, elas já estão na boca do povo.

Cazuza, Elis Regina, Legião Urbana, Chitãozinho & Xororó, Ludmilla e tantos outros artistas já emprestaram sua música, talento e em alguns casos, imagens, para estrelar comerciais de sucesso.

Entretanto, não é apenas de música em português que se faz o sucesso de um comercial nacional.

Há muito tempo, trilhas internacionais também têm seu espaço na publicidade brasileira. Faça uma rápida recapitulação na memória e certamente se lembrará do comercial “Convite”, da Claro, encenado ao som de Times Like These, Foo Fighters, ou “Unmissable”, para Heineken ao som de Don’t Want to Miss a Thing, Aerosmith.

A boa notícia é que o ritmo brasileiro também ganhou o mundo e nossa música tem encontrado seu espaço em propagandas internacionais, quebrando paradigmas e mostrando que somos um povo de múltiplos talentos.

Recentemente, surpreendentemente a Chanel, uma das maisons mais tradicionais do mundo, rompeu tabus e preconceitos, ao usar o funk carioca para comunicar sua campanha de Natal.

Chamado de “Shake Up The Holiday Spirit with Chanel”, o vídeo é estrelado pela atriz Lily-Rose Depp e foi dirigido por Jean-Paule Goude, diretor e fotógrafo francês.

Envolvente, o comercial é embalado pela batida inconfundível do ritmo brasileiro e quem assiste tem a nítida impressão de que a qualquer momento um MC vai começar a cantar.

Na verdade, essa foi a segunda vez que a mesma grife utilizou o funk como trilha sonora para suas propagandas. No lançamento da campanha do perfume Chance, a Chanel já havia utilizada uma versão do DJ Sam Spiegel com os brasileiros Tropkillaz.

Sendo assim, se antes éramos conhecidos mundo afora como o país da Bossa Nova e do Samba, definitivamente começamos a aparecer de outras formas, comprovando que a qualidade da música brasileira possui várias vertentes. Anitta, que o diga!

A Eagence é uma agência de Publicidade, Marketing, Relações Públicas e Mídias Digitais.
Nosso objetivo é criar campanhas orientadas para resultados que tragam o sucesso de nossos clientes e para isto, também utilizamos a música como ferramenta de engajamento.

Está em busca de uma divulgação eficiente de seu produto ou serviço? Fale conosco!

Comentarios