BLOGEAGENCE

BLOG
EAGENCE

Descubra como ser necessário para o seu cliente!!!

Descubra como ser necessário para o seu cliente

Conheça os segredos das marcas indispensáveis e entenda o que elas têm em comum

Antes de mais nada, não é preciso muito esforço para pensar em marcas que se tornaram indispensáveis. Basta lembrar de algumas que tomaram posse de seus produtos de tal modo, que se tornaram a mesma coisa.

Frequentemente, as pessoas chamam esponja de aço de Bom Bril, por exemplo, assim como o Curativo Adesivo ficou conhecido como Band-Aid.

Do mesmo modo, outros exemplos de marcas que se tornaram sinônimo dos produtos que vendem são:

  • Maizena: para Amido de Milho;
  • Yakut: para leite fermentado;
  • Cotonete: para haste flexível;
  • Leite Moça: para leite condensado;
  • Miolo: para macarrão instantâneo;
  • Chiclet’s: para goma de mascar, entre outras.

Contudo, você faz ideia de como essas marcas conseguiram tal feito?

O caminho, foi longo, no entanto, acima de tudo, elas se tornaram indispensáveis para seus clientes, e está aí o segredo do sucesso, ou seja, ser tão eficiente, que seus clientes não querem e nem conseguem substituir sua marca.

Saiba o porquê que se tornar necessário é uma estratégia de guerra

Primeiramente, antes de falarmos sobre como tornar uma marca indispensável, vamos contar uma história, que vai nos levar para a I Guerra Mundial.

Você sabia que nesse período de batalha, as campanhas publicitárias foram tão decisivas quanto metralhadoras e canhões.

Além da conhecida propaganda nazista, você certamente já viu o icônico cartaz em que Tio Sam aponta o dedo para frente.

Criado em 1917, essa peça publicitária tinha como objetivo fazer os americanos se alistarem voluntariamente.

O cartaz dizia: “Quero você no Exército Americano”. Impactados pela imagem e “importância” daquilo, as pessoas se sentiam parte relevante da luta, e se entregavam de corpo e alma à batalha.

A estratégia deu certo!

O resultado, aconteceu devido ao efeito persuasivo que a campanha causava.

A Publicidade ocupava papel tão importante que havia um comitê sobre informações públicas, formado por roteiristas, publicitários e comunicadores, além é claro de psicólogos.

E não foi só isso.

Reza a lenda que foi um publicitário quem impulsionou o fim da guerra nas trincheiras, historicamente considerada um dos piores momentos da I Guerra.

Com a proposta de convencer os alemães a se renderem, os norte-americanos, decidiram chamar esse publicitário para “persuadir”, os soldados inimigos a se entregarem.

Para compreender o contexto, esse publicitário passou a conviver com os prisioneiros de guerra, para entender suas maiores “dores”, na guerra.

Uma das coisas que ele identificou, foi que o que os soldados mais sentiam falta era de produtos de higiene como pasta de dente e papel higiênico.

Depois disso, fizeram um folheto, oferecendo benefícios para a rendição, compostos por artigos de primeira necessidade que eles precisavam naquele momento, além da possibilidade de subirem hierarquicamente os seus postos de soldados.

Ao levantar as necessidades do público-alvo, o publicitário identificou seus problemas e resolveu suas dores. No mesmo sentido, pode-se dizer que, naquele momento, ele foi imprescindível para aqueles soldados.

Como se tornar uma marca essencial

Desde já, faça um levantamento das necessidades de seu cliente. Assim, você começará a mapear mentalmente, quais são as dores do seu público, com qual frequência elas doem e principalmente, qual é a intensidade dessa dor.

Logo depois, responda os seguintes questionamentos:

Por que meus produtos ou serviços são importantes para o meu cliente?

Quais problemas do meu cliente eu ajudo a resolver?

Por qual motivo o meu cliente precisa dessa solução?

Qual é o prazo que o meu cliente tem para solucionar suas “dores”?

Assim que encontrar as respostas para essas perguntas, seleciona as 10 maiores dores do seu cliente, filtre para 5 e finalize com 3.

Depois disso, analise:

  • A frequência que essas dores impactam seu público;
  • A intensidade que elas acontecem;

Essas duas situações, vão ajudar a pensar em um formato diferente para o seu negócio, o que o tornará necessário para seu público-alvo.

Principal arma: conheça seu avatar!

De antemão, imaginamos que uma marca, já tenha o seu avatar definido, afinal, conhecer o perfil do público é essencial para qualquer negócio.

Sendo assim, saber:

  • Para quem vai vender;
  • Quem é seu cliente;
  • Qual o cliente ideal para sua marca, entre outras questões, é essencial para a construção desse avatar.

Desta forma, você conseguirá enxergar suas principais necessidades.

Por isso, saber a idade, profissão, formação, renda, onde mora, o que ele gosta de fazer, o que ele assiste, o que ele ouve e quais lugares ele frequenta, é essencial.

O que a Pirâmide de Maslow tem a ver com isso?

Nos anos 50, o psicólogo americano Abraham Maslow apresentou sua teoria da hierarquia das necessidades humanas em uma pirâmide, determinando o que o homem precisa e em qual ordem.

Basicamente, os níveis da pirâmide estão ligadas e são determinantes nas relações pessoais e profissionais.

Para ele, todas as pessoas podem se tornar bem-sucedidas e realizadas, basta ir cobrindo uma a uma, as necessidades em uma determinada ordem de precedência.

Nesse sentido, na base da pirâmide estão as necessidades fisiológicas como, por exemplo: fome, sede, respiração e o sexo;

Uma vez satisfeitas essas necessidades, os próximos passos são relacionados às necessidades de segurança como, por exemplo: segurança em casa, no trabalho, planos de saúde etc.

Quando as necessidades de segurança e proteção estão satisfeitas, vem o terceiro nível, onde mora a necessidade de pertencer como, por exemplo: fazer parte de uma comunidade, ter amigos, uma família, entre outras formas de sociabilização.

A penúltima necessidade está relacionada à estima, ou seja, o reconhecimento de suas próprias capacidades, além do reconhecimento de outras pessoas. Essa necessidade, está relacionada aos sentimentos de orgulho e admiração.

Por último, no topo da pirâmide está a autorrealização, nossos valores, logo, é onde fica a busca pelo sentido da vida, paz interior, autocontrole, entre outros.

Há muito tempo o Marketing utiliza a Pirâmide de Maslow para entender os fatores psicológicos que levam os consumidores às compras.

Desta forma, através da hierarquia de necessidades é possível identificar as motivações para a compra de um produto ou serviço.

Afinal, satisfazer as capacidades do consumidor faz o negócio girar.

A Pirâmide da Nova Era

Apesar de ter sido eficiente durante muito tempo, não podemos negar, que com essa mudança de era a qual estamos passando, a Pirâmide de Maslow terá que ser repensada.

Aqui na Eagence, orientados pelo nosso front man Rodrigo Cardoso, estamos seguindo a nossa própria versão da Pirâmide.

De acordo com ela, para uma marca ser necessária ela precisa passar por 4 camadas da realidade.

Em outras palavras, para que você tenha bons resultados em seus projetos, é necessário seguir o ciclo da vida, entender e se conectar com as pessoas, penetrando as camadas:

Humana: entender a pessoa que está por trás do seu possível cliente e o que você pode solucionar para ela;

Consumidor: entender as necessidades do seu consumidor e buscar oferecer as alternativas que ele precisa, de acordo com suas necessidades;

Cliente: como a relação se estabelece ao passar do tempo, saiba qual o momento da jornada em que o seu cliente está! Ensine ele a usar suas soluções e quando ele te abandonar, entenda qual foi o motivo;

Usuário: levar em consideração as vivências dos clientes que já são seus usuários.

Concluindo essas 4 camadas da realidade, você consegue tornar seu processo disruptivo e mantê-lo em constante melhoria.

Seja como for, as necessidades das pessoas mudaram, e para uma marca se tonar imprescindível, ela precisa se remodelar.

Assim sendo, como você pretende fazer a sua marca necessária?

Crie novas soluções, remodele se negócio e lembre-se: “Para quem só sabe usar martelo, qualquer problema é prego”. Contudo, na caixa de ferramentas existem muitas opções, então, é só escolher a que melhor soluciona o seu problema, no momento.

Se precisar de ajuda, pode contar conosco.

A Eagence é uma agência de Publicidade, Marketing, Gestão de Rede Social, referência em Americana, interior de São Paulo.

cliente

Comentarios